Não leve a vida tão a sério!

27653380_1824656104213244_1064293247_oVocê passa a vida sonhando com seus projetos, mas na hora de tirá-los do papel tem medo do que pode dar errado, ou fica com medo do que as pessoas podem pensar?  Se arrepende de coisas do passado, principalmente das oportunidades que perdeu?  

Você já parou para pensar que somos os piores sabotadores de nós mesmos?

Outro dia, eu fiz um vídeo para colocar no youtube.  Na ocasião eu achei o vídeo super legal e fiquei orgulhosa de mim.  Quando eu ia compartilhá-lo no facebook com meus amigos, escrevi a seguinte legenda:

A louca, a ridicula, a la blogueirinha, palhaça, nao tem o que fazer, vai arrumar um emprego de verdade, puta que pariu, nada a ver, zuada, se toca…

Após feito isso, eu imediatamente deletei o vídeo e fui tomar banho.

Quando finalmente eu já estava mais relaxada e os pensamentos começaram a fluir melhor, eu pensei na bobagem que eu estava fazendo.

E não estou me referindo ao vídeo, mas sim aos  pensamentos julgatórios que estava tendo comigo mesma.

E por um momento eu pensei:

Por que estou sendo tão severa comigo?  Porque estou sendo tão exigente? Eu fiz o vídeo, eu queria fazer.  Foi algo que me deu muito prazer, me diverti, me distrai, me senti bem, pois eu estava passando exatamente a mensagem que eu queria naquele vídeo.  Mas na hora de mostrar isso para as pessoas, eu me senti ridícula, acoada, amedrontada e desisti!

E quantas vezes desistimos das coisas com medo do que os outros irão pensar?

E foi aí que eu cheguei a conclusão:

Você é o seu pior sabotador!

Ao longo da nossa vida, pensamos e criamos várias situações em nossas cabeças.

É natural que a gente imagine o futuro, ou pense como poderíamos ter agido no passado.   Mas o problema é que continuamente esquecemos ou não damos a devida importância ao presente.

E muitas, incontáveis vezes, deixamos de vivê-lo!

E o nome disso é medo!

É exatamente disso que estou falando! Quantas vezes você deixou de realizar algo hoje, com medo do que as pessoas pensariam depois?

Esses medos na verdade nada mais são do que pré julgamentos, pré-conceitos  que você já desenhou na sua mente.

Será que esses julgamentos são reais ou estão apenas na sua cabeça?

Pode ser que sim, pode ser que não…

Para evitar críticas, não faça nada, não diga nada, não seja nada.

Elbert Hubbard

Em outras palavras, o que o poeta Elbert Hubbard queria dizer era que você pode levar uma vida sem julgamentos e em troca disso você não terá vivido.

E eis aqui a minha conclusão:

Eu não quero uma vida séria, uma vida de credibilidade, uma vida onde as pessoas me aplaudam. 

Eu quero uma vida onde eu sinta orgulho do que eu faço. 

Onde eu possa passar por ela e sentir todas as suas emoções. 

Eu quero sentir a alegria de amar e também a dor da perda. 

Eu quero sentir o fracasso para agradecer quando tiver o sucesso. 

Eu quero sentir a vergonha, para dar risada depois. 

Eu quero cair para sentir o gosto da vitória ao me levantar. 

E eu não quero levar a vida a sério, eu quero levar a vida na brincadeira, porque já que não sairei dela viva, vou ao menos sorrir!!

Anúncios

O que move você?

234418711_aa7c8bfbbf_z

O que faz com que você acorde todas as manhãs e busque seus sonhos?

O que faz com que você aposte todas as suas fichas num projeto que ninguém acredita?

O que faz com que você se diferencie no meio da multidão?

O que faz  você acreditar que existe uma fórmula exata para o sucesso?

Qual o segredo que a vida tem, de onde vem essa força sobrenatural que faz com que acreditamos em nós mesmo?  E porque as vezes é tão difícil acreditarmos em nós mesmos?

O que nos faz crer que a vida pode ser da nossa maneira?

E porque nos perguntamos porque alguém faz sucesso e nós não? E porque buscamos tanto o sucesso?

Talvez o sucesso aconteça quando você decida enfrentar seus medos.

E consista em você se descobrir, se redescobrir, se quebrar e se juntar, mil vezes se for preciso.

Talvez o sucesso esteja no fracasso da sua carreira que não decolou tão alto quanto os seus sonhos.  Porém, fez com que você aprendesse algo.

E talvez você encontre o sucesso no meio do caminho quando descobrir que pode tudo! E que pode inclusive tentar!!

Porque você  percebeu que o fracasso não é mais tão ruím. E que receber um não é melhor do que carregar consigo a interrogação da dúvida e que um erro é mais um aprendizado.

E então você descobre que a chave do sucesso não é ser bem sucedido.  A chave do sucesso é ser bem realizado.  É realizar!

É não ter medo do fracasso.  É seguir seus sonhos.  

É aceitar quem você é, o que você quer, e agarrar os desafios sem medo de errar.  

É errar quantas vocês for necessário…

E talvez ainda o sucesso esteja em sempre se perguntar:

O que move você?

O que faz você correr atrás dos seus sonhos?

O que te faz acreditar que dará certo?

O que diferencia você no meio da multidão?

Quando a vida precisa mudar

580677023_cf8301e94d_z

Você acorda com seu despertador tocando, veste a sua roupa e se prepara para o trabalho.

Olha ao redor e vê uma casa bonita, filhos perfeitos e um casamento feliz!

Você tem um bom emprego. Uma vida de sucesso!

E aí você pensa: -Eu deveria ser feliz.

Mas não!

Não é isso o que seu coração diz.

Seu coração lhe diz que não é isso que você quer, que você precisa buscar.

Buscar o que?

O que lhe falta?

Você não sabe…

Mas no fundo você sabe que seu emprego já não lhe faz feliz, que não é dinheiro que você quer, mas é ele que paga as suas contas.

E aí você permanece…

Você permanece porque você tem medo.

E se eu estiver errado?

E se não der certo?

E se eu fracassar?

E aí você se fecha nesse ciclo infeliz  reprimindo seus sonhos e seus anseios.

E a vida passa…

Quando você percebe você já tem 80 anos, e já é tarde demais.

E você não viveu,

Você apenas sobreviveu…

Não espere esse tempo passar.

Busque!

E perca se for preciso.

Perca seu dinheiro, sua casa, seus amigos…

Mas se encontre!

Encontre o que te faça feliz!

E é assim que você percebe que a vida precisa mudar!

Seu tempo é limitado, então não desperdice vivendo a vida de outra pessoa.  Não deixe que as opiniões dos outros cale a sua voz interior. – Steve Jobs.